Os cenários do Amor


Olá a todos, vejo que gostaram do último post. Obrigado por todos os comentários...

Hoje trago um post diferente, sobre o amor...sim, quem disse que os mais gordinhos não amam? Temos tanto direito como outra pessoa qualquer. Bom, resolvi dedicar este post a todos os apaixonados cá do sítio, ou melhor, a todos vocês. Se repararem na foto acima, verão que não é muito comum tal cenário. Pelo menos, das pessoas que conheço, poucas são aquelas que dão valor ao interior, na verdade o que parece contar nos dias de hoje é só, e apenas, o exterior. Mas agora digam-me, para quê um fruto ter uma boa "casca" se o seu interior estiver estragado? Também não quero generalizar mas, a verdade, é que a foto acima não é, de todo, o estipulado "normal" para a sociedade dos nossos dias. 

Digam-me, que mal há em amar-mos e ser-mos amados, sem ter em conta o aspecto físico? Lá por um(a) gordinho(a) namorar com uma menina(o) dita(o) normal, é porque se passa alguma coisa? Sim, passa, o amor... Nem imaginam os comentários que li ao encontrar esta foto: "Só pode ser rico!" ou "Ele é que tem a carta de condução...", entre outro, que seriam bastante piores. Mas afinal qual é o problema? Já não se pode gostar de ninguém que esteja fora das ditas normas sociais? Desculpem, mas  não concordo. Todos têm o direito de serem felizes com quem quiserem, afinal o que importa é a nossa felicidade, e se com ela fizermos alguém feliz, melhor ainda!

O Amor não é um sentimento para ser vivido a dois? Quem chamou a sociedade para interferir? As pessoas que se deixem estar nos seus cantinhos quietinhas e deixem os outros viver as suas vidas. Se cada um se preocupasse apenas com a sua vidinha, de certo, que não haveriam tantos padrões sociais, todos temos telhados de vidro...! Sabem que mais...? Viva o amor e a felicidade! Todos nós merecemos! Seja com quem for, o que importa é estarmos felizes e muito apaixonados!

Beijos e Abraços a todos....

4 comentários:

disse...

Olá Anselmo, já estava pensando que vc tb iria fazer como os 0,0009% dos homens da blogosfera light que chegam, nos alvoroçam todas e depois partem, sem deixar pistas, hehehehe. Brincadeira, não se sinta cobrado por posts diários, mas é que a gente acostuma.

Mas qto ao post de hoje só digo que é muito mais comum encontrar cenas como essa do que o contrário: o homem magro e a mulher obesa. A rejeição à mulher obesa é muito maior, pode acreditar. E quando um casal com essa configuração passa, os comentários são de que "Ela não se cuida, mas deveria,tendo um marido magro. Coitado dele". É mais ou menos por aí.
De toda forma o amor é lindo e quando verdadeiro, não existem barreiras físicas ou temporais que o impeçam. Pelo menos é o que eu acho.
PS: meu marido tem mais de 100 kg (parou de se pesar qdo chegou a 101, logo ...
Bjs e ótimo finde.
Zá.

PS: Vc sabia que seu blog pede aquelas odiosas letrinhas de confirmação de comentários? Não? Pois é, os blogs novos já vêm com essa condição como padrão. Mas, se quiser poupar suas leitoras e alterar isso, siga os passos abaixo, caso queira eliminar mas não saiba como fazer:

. Faça login
. Vá em Personalizar
. Clique na aba Configurações
. Clique na sub-aba Comentários
. Responda NÃO à pergunta "Exibir uma confirmação de palavras para os comentários?"
. Salve

Pronto! Suas leitoras agradecem.

Menina Super Poderosa disse...

Oi!
Achei bárbaro esse post... E ainda mais incomum é o contrário, não é? Uma mulher bem gordona com um cara sarado... porque agora (graças a Deus) já está mais natural e na moda as mulheres mais velhas com os caras mais novinhos, hahaha...
Beijos.
Juliene Ribeiro - http://emagrecendo-com-felicidade.blogspot.com/

Beth disse...

Oi Anselmo, hoje consegui vir de novo no seu blog, como sempre adorei o que encontrei, posts ótimos. Quero também agradecer pela sua visita e comentário, você é muito gentil, obrigada e volte sempre.
Este seu último post é uma preciosidade, você está certo. Olha, quando eu conheci o meu marido, eu era obesa mórbida. Estava um pouco menos obesa do que cheguei a ser depois, mas já estava bem, bem pesadona mesmo, bem disforme. Cento e muitos kg. E isto não impediu de nos apaixonarmos, de nos entrosarmos super bem em todos os aspectos, inclusive o sexo, desde o primeiro momento. E ele jamais teve qualquer constrangimento, andamos sempre juntos e aos beijos e abraços, alheios ao que outros pudessem pensar. E claro que eu notei, muitas vezes, olhares curiosos, como se uma pessoa tão gorda e barriguda etc. como eu era não pudesse receber tanto carinho, tanta gentileza, tanta atençÃo. Mas o amor transcende isto tudo. E quando a pessoa não é a primeira a se discriminar, nao é a primeira a se renegar, tudo flui.
E que se lixe quem não acreditar nisto, pois perde a chance de se abrir para as oportunidades da vida.
Eu não me fechei e graças a Deus estou aqui, feliz da vida. Emagreci 53kg, sempre com o meu amor incentivando, mas deixando claro que fosse qual fosse o meu peso, o amor dele era certo.
Bacana né?
Amigo, ame e seja amado. Você merece, seja qual for o seu peso, a sua formafísica. Mas se cuide, sempre,claro, por amor a si mesmo, seja sempre o primeiro a se apaixonar por si mesmo tá?
Beijo
Beth
http://aconquista.zip.net

Estela disse...

Olá!

Cheguei até aqui por acaso... egostei do que li, pela força, pelo reconhecimento do "problema" (e neste, encaixo-me também eu na perfeição...), pela atitude que tens perante a perda de peso e por tudo o resto! E claro...um homem com um blog de emagracimento, como dizes, não é comum por estas bandas!!!

De todos os posts que li...este foi de longe o que mais me tocou... embora, na verdade, nunca tenha sentido na pele a falta de amor por ser gorda, vivo com a mesma pessoa há 7 anos, que sei que me ama de igual forma com os 100kg de antes, e com os 60 de agora...mas sei que nem toda a gente tem essa "sorte"...e que há muita gente que, mesmo que se sinta de alguma forma atraida por alguém que fuja dos padrões da "normalidade" da sociedade, luta contra esse sentimento, precisamente pelo estigma que lhe é socialmente atribuido!!
E tanto mais que haveria a dizer sobre tudo isto, assim como sobre tantas outras coisas relacionadas... mas resumindo... gostei do que se lê por aqui!

Beijinhos e continua em força, sabemos que vale a pena!