Continuando a lutar...

Oi, espero que esteja tudo bem com vocês...
Aqui comigo vai tudo indo, os exercícios e a RA vão estáveis, tento não ter muitos altos e baixos. Hoje particularmente é que não foi um bom dia, estive com bastantes dores de cabeça, que já se arrastavam desde ontem, o pior é que não podia pôr nenhum medicamento na boca, porque só o cheiro...enfim... mas o que importa é que estou tranquilo, leve, e não, não se deve a peso ou medidas, aliás, não foi preciso muito para me deixar assim, no meio desta dor de cabeça infernal, apenas uma boa música que nada tem de especial, até é calma, e nunca a tinha ouvido, mas o ritmo fica na cabeça, é espanhola. Fica o vídeo da música, mas como disse, nada de especial:

A música faz-nos regressar a um tempo passado, e posso-vos dizer que apesar das dietas, adorei a minha infância... hoje deu-me uma coisinha má para o nostálgico, podia ser pior...bem, estou a fazer conta de regressar ao blog amanhã com mais algum texto interessante, mas não prometo nada, uma vez que ainda não pesquisei sobre nada, mentira, vi uns textos sobre bulimia, anorexia e obesidade, se os encontrar posto aqui para verem, é inacreditável como meninas tão novinhas, se deixam cair na bulimia ou anorexia, pressionadas pela sociedade em atingir o corpo perfeito...por outro lado estão os obesos, que lutam até às últimas consequências por um corpo melhor...já não tanto pelo aspecto, mas sim pela saúde, motivo pelo qual quem sofre de bulimia ou anorexia não se interessa, a saúde, que é o bem mais precioso que se pode ter é deixado à margem...e que às vezes se perde por completo, levando até à morte...

Impressionante como começei e acabei o post, começei a falar em coisas boas e acabei a falar em coisas más...o problema é que essas coisas más fazem parte da vida, e só quem passa por elas pode e consegue, mais do que ninguém, compreender quem se encontra a tentar ultrapassá-las...

Beijos e Abraços, até amanhã, e não se esqueçam de que tudo aquilo que fazemos é por nós mesmos, principalmente, por nós, se pelo caminho da nossa luta contentarmos alguém com isso...melhor! Até amanhã...

1 comentário:

Peluchinha disse...

Olá Anselmo :)

Adorei o post. Infelizmente hoje em dia dá-se mais importância ao exterior que ao interior das pessoas. Até os pequenitos... os pais podem não ter tempo para ensinar os filhos a respeitar os professores, mas para chamar a atenção por causa do peso estão lá eles.

A culpa não é só do doente, mas de toda a pressão que sofre por todos os lados...

Continua a tua luta com força, mas sem extremos, pois, mais ou menos pesado, o mais importante é a saúde!!!

Beijokinhas doces