Aulas de culinária passam a ser obrigatórias em Inglaterra

As aulas de culinária vão ser obrigatórias nos colégios ingleses a partir do próximo ano lectivo, no âmbito dos esforços para combater o perigoso crescimento da obesidade na população, anunciou hoje o Ministério britânico da Educação.
A partir do próximo mês de Setembro, todos os adolescentes com idades entre os 11 e os 14 anos vão assistir a aulas de culinária se estiverem em estabelecimentos que já ofereçam este tipo de curso, ou seja, 85 por cento dos colégios ingleses.
Os outros estabelecimentos vão dispor de um período de adaptação até 2011 para passar a disponibilizar as aulas de culinária.
«Ensinar as crianças a cozinhar pratos saudáveis é um importante meio para as escolas ajudarem a criar adultos saudáveis (...) A minha mãe tinha uma paixão por tudo isso e foi ela que me comprou o meu primeiro livro de culinária», declarou o ministro da Educação britânico, Ed Balls, ao jornal Daily Mirror.
O ministro lançou um apelo ao público para propor ideias de pratos clássicos britânicos ou internacionais que as crianças deveriam aprender.
No entanto, o objectivo da culinária como disciplina obrigatória é fazer com que os alunos consigam preparar pratos simples e saudáveis preparados com ingredientes frescos, explicou o Ministério da Educação, da Infância e da Família.
Esta medida será aplicada apenas aos colégios em Inglaterra porque a Educação é gerida de maneira autónoma pelas outras regiões do Reino Unido, como o País de Gales e a Escócia.
A obrigatoriedade da disciplina de culinária faz parte da campanha de luta contra a obesidade que deverá ser lançada quarta-feira por Balls e pelo ministro da Saúde britânico, Alan Johnson.
A disciplina de culinária só é obrigatória nas escolas primárias inglesas. Segundo um inquérito encomendado pelo governo britânico e divulgado em Outubro último, metade dos britânicos serão obesos dentro de 25 anos, se a actual taxa de crescimento se mantiver inalterada.
Em relação ao excesso de peso, o inquérito indicou que este afectará cerca de 86 por cento dos homens nos próximos 15 anos e 70 por cento das mulheres nos próximos 20 anos.

8 comentários:

Silvia disse...

Até é uma ideia interessante! Eu diria mesmo que aulas de nutrição seriam o ideal, mas culinária não é nada mau para cativar os miúdos e sempre se vai passando alguma coisa! Beijinhos, bom fim de semana!

Felipe disse...

Que iniciativa bacana, não? Conscientização deveria ser a base de qualquer ato governamental. Vamos torcer para que a ideia se espalhe, seria ótimo, né? rs
Abraço, Anselmo.

CC disse...

Acho MUITO bem!

Bom Fim Semana
CC

Felipe disse...

Anselmo, esqueci de avisar, tem selinho lá no meu blog pra você. Passa lá pra pegar depois, ok? Abraço.

Luciana disse...

Oi amigo, achei muito boa essa idéia, acho que devíamos ter matérias mais aproveitáveis nas escolas, incluindo economia,política, para as crianças crescerem mais infomadas e compormetidas como os pais.
Mil beijocas eum ótimo domingo

Lara disse...

OI!
Vim te desejar uma ótima semana!
Fica com DEUS!
Beijos

Paulinho ℗ disse...

Olá Anselmo...

mto bom isto dos colégios da Inglaterra, desde pequeno as crianças já crescem sabendo ter um habito de vida saudável... mas o certo é concientizar tbm donos de estabecimento de fast food, e restaurantes em geral, comida saudável sempre rsrsrs

até mais , abraços

Dani disse...

Nossa, muito boa essa nova medida... A criança já cresce sabendo preparar o alimento saudável...
Querido, estou morta de saudades de vc... andei tentando comentar aqui, mas a janelinha não abria...
Beijinhosssssssssss